• Danilson Rodrigues

PAPEL HIGIÊNICO – USAMOS TODOS OS DIAS, COMO FAZER A MELHOR ESCOLHA?


Há algumas semanas o INMETRO testou a qualidade de um item básico e essencial na vida de todos: o papel higiênico. Veiculado pelo programa Fantástico, da Rede Globo, o teste foi encomendado pelos própr

ios consumidores que, através da Ouvidoria e da página da instituição na internet, relataram problemas com a qualidade apresentada pelo papel higiênico. O objetivo era verificar se as reclamações eram fundamentadas e zelar pelo respeito ao consumidor.

Nesse mercado, o barato sai caro. Pense nisso!

Existem dois tipos de papel higiênico:

1- De uso residencial (vendido no varejo)

2- De uso institucional (destinado às empresas).

Os testes do INMETRO se concentraram apenas nos de uso residencial, nesta análise.

As características analisadas do papel higiênico foram: tamanho declarado versus tamanho real; aparência; absorção; gramatura; maciez; pintas pretas e furos.

Infelizmente, os testes comprovaram que algumas marcas de papel higiênico apresentaram desvios em relação às normas vigentes e devem buscar se adequar, já que esses desvios acabam por acarretar em perda de dinheiro ao consumidor, pois o preço menor, eleva o consumo.

Segundo a Nielsen Brasil, empresa que fornece dados sobre o mercado de consumo brasileiro, são vendidos quase 5 bilhões de rolos de papel higiênico em nosso país e o segmento registra altíssimo crescimento, principalmente no produto de folha dupla.

Os resultados fornecidos pelo INMETRO ajudam o consumidor a escolher uma marca de papel higiênico que ofereça a qualidade desejada por ele, pois isso deve fazer diferença na hora da compra além do valor agregado ao produto. Por vezes, acreditamos estar fazendo economia ao comprar um produto mais barato, mas a má qualidade deste interfere em sua boa utilização, gerando desperdício, mais compras e insatisfação.

Compre também papel higiênico com inteligência e economize.


512 visualizações

R. João Martins Leitão, Eusébio - CE, 61760-000